Destaques: Eventos, Publicações e Actualizações Jurídicas

Direito, Transição e Continuidade Publicações
21-04-2017
21 de Abril, pelas 18:30

Fundação Rui Cunha 官樂怡基金會
Avenida da Praia Grande, No. 749 R/C, Macau

Lançamento do Livro "Direito, Transição e Continuidade", da autoria de Paulo Cardinal
CRED vai à Escola abordará o tema “Saúde e Bem Estar” Aprender Direito
22-04-2019
Por ocasião do 7 Aniversário da Fundação Rui Cunha, e à semelhança do ocorrido em anos anteriores, o CRED vai à Escola regressa para mais um Programa didáctico de direito, dirigido aos mais novos.
Para 2019 elegemos a Saúde como tema central.

A realização de trabalhos de educação no campo da Saúde e Bem Estar são importantes para consciencializar a sociedade como um todo.

Este ano o CRED vai à Escola abordará o tema “Saúde e Bem Estar” de forma lúdica e criativa, através de acções educativas e de divulgação voltadas para um maior e melhor conhecimento sobre o conteúdo e espírito do tema.

Para fazer todas as coisas fantásticas que a vida nos oferece é fundamental ter saúde!

O mais interessante é que é muito fácil manter um estado constante de saúde e bem-estar, basta desenvolver hábitos adequados no nosso dia a dia e quanto mais cedo melhor!

Falamos de Saúde e Bem Estar, falamos de hábitos Saudáveis de Alimentação, de Actividade Física e de Leitura, de Higiene Pessoal – Corporal – Oral, de Rotinas Diárias e Hábitos Saudáveis, Consciencialização de Vacinação, Obesidade e Visitas ao Médico, entre outros. “Alimentar” as crianças com informação, das suas mais variantes formas; através de livros, filmes, jogos e tudo o que possa motivar a uma melhor compreensão do “mundo” onde vivem é fundamental ao seu crescimento e desenvolvimento enquanto cidadãos, influenciando e orientando a comportamentos conscientes futuros.

Durante três dias mais de 300 crianças passarão pela Fundação e aprenderão na linguagem que melhor conhecem, mais um pouco deste tão importante tema!

Não perca! Mais informações www.creddm.org
2018.04.26 - Programa Fazer Justiça Actualizações
25-04-2018
Dia 26 de Abril, Quinta-feira

15h00 – Programa Fazer Justiça – 6ª Edição em Parceria com a Escola Portuguesa de Macau

A Escola Portuguesa de Macau é, desde a primeira hora, uma apoiante incondicional do programa Fazer Justiça, este ano já na sua VI edição.
Através desta iniciativa, pretende o CRED-DM – Centro de Reflexão, Estudo, e Difusão do Direito de Macau da Fundação Rui Cunha, dar a conhecer aos jovens estudantes do secundário os fundamentos essenciais da Lei e da Justiça, bem como ajudá-los a compreender o, ainda muito jovem, sistema jurídico da RAEM.
Ao grupo de alunos, previamente seleccionado pela EPM, foi-lhe confiado um caso para resolverem, através da construção dos intervenientes, das provas e de todo o cenário do julgamento.
O CRED-DM e a EPM, através do seu Clube de Filosofia, com a impenhorável ajuda do ilustre Magistrado, Dr. Carlos Carvalho, deu início às sessões preparatórias, no passado mês de Fevereiro, as quais culminam, agora, com a Audiência de Discussão e Julgamento, a realizar na Fundação Rui Cunha.
Para este ano escolhemos a Violência no Namoro como tema.
Pela primeira vez teremos 1 aluno da EPM, de nacionalidade chinesa, assumirá o papel de Juiz presidente na sessão de audiência e julgamento.
Com este Programa, o CRED-DM pretende, não apenas, desmistificar o direito perante o olhar dos mais jovens, como, acima de tudo, sensibilizá-los para a importância e mais-valia de um Direito de Macau, único e próprio, cujo futuro depende em exclusivo do que eles próprios pretendam e ambicionem.
Programa Fazer Justiça VII . Sessão de Audiência e Julgamento “Discriminação Racial” Apresentações e Conferências
29-04-2019
Por ocasião da celebração do 7 Aniversário da Fundação Rui Cunha, o CRED-DM regressa com um dos seus mais emblemáticos programas: O Programa Fazer Justiça VII Edição.

Em parceria com Escola Portuguesa de Macau, apoiante incondicional desde a primeira edição, o tema escolhido para 2019 é a Discriminação Racial.

Através desta iniciativa, pretende o CRED-DM – Centro de Reflexão, Estudo, e Difusão do Direito de Macau da Fundação Rui Cunha, dar a conhecer aos jovens estudantes do secundário os fundamentos essenciais da Lei e da Justiça, bem como ajudá-los a compreender o, ainda muito jovem, sistema jurídico da RAEM.

Aos alunos, previamente seleccionados pela EPM, foi-lhes confiado um caso para resolverem, através da construção dos intervenientes, das provas e de todo o cenário do julgamento.

O CRED-DM e a EPM, através do seu Clube de Filosofia, com a impenhorável ajuda do ilustre Magistrado, Dr. Carlos Carvalho, deu início às sessões preparatórias, no passado mês de Fevereiro, as quais culminam, agora, com a Audiência de Discussão e Julgamento, a realizar na Fundação Rui Cunha.

Com este Programa, o CRED-DM pretende, não apenas, desmistificar o direito perante o olhar dos mais jovens, como, acima de tudo, sensibilizá-los para a importância e mais-valia de um Direito de Macau, único e próprio, cujo futuro depende em exclusivo do que eles próprios pretendam e ambicionem.

A sessão de audiência e Julgamento 2019, terá lugar na Fundação Rui Cunha, dia 29 de Abril, Segunda-feira, às 15h00.

A entrada é livre.

Contamos com a presença de todos.

Este evento terá transmissão live via facebook.
Serões com Histórias Pauta de Histórias
21-01-2019
SEGUNDA-FEIRA, 21 DE JANEIRO – FUNDAÇÃO RUI CUNHA

A Fundação Rui Cunha, através do CRED-DM e a Associação dos Antigos Alunos da Escola Comercial “Pedro Nolasco” (AAAEC), realizarão no próximo dia 21 de Janeiro, Segunda-feira, às 18h30, na Fundação Rui Cunha uma conversa intitulada “Episódios da Vida Cultural de Macau do Século XX” protagonizada por António Conceição Júnior.
A Memória constitui em si um legado de extrema importância para a história de qualquer lugar. No caso de Macau, e já na segunda década do século XXI, António Conceição Júnior traz-nos a sua memória e as que recebeu como legado sobre episódios da vida cultural de Macau no século XX.
Herdeiro de intérpretes que dela fizeram parte, ele próprio foi e continua interveniente activo, vindo de um período que já muito poucos conhecem, face à rápida transformação da cidade.
Conceição Júnior – conservador do Museu Luís de Camões, director dos Serviços Recreativos e Culturais do Leal Senado, Assessor para a Cultura do Governador de Macau, Coordenador do Gabinete para o Complexo Cultural de Macau – abordará com imagens inúmeros momentos da vida cultural de Macau, centrando a sua palestra num ciclo que apelida de teia acasos ou coincidências revelando momentos e eventos já desconhecidos do público e que merecem ser conhecidos".
Na parte final, será estabelecido diálogo com os participantes.
A primeira sessão do Serões com Histórias de 2019 será moderada, como habitualmente, por José Basto da Silva, actual presidente da Associação.
A sessão será em língua portuguesa.

A Entrada é livre.
Contamos Consigo!
Por Macau Mais e Melhor!
Macau, depois do adeus Lançamento de Livros
14-11-2018
(Apresentação do Livro – Fundação Rui Cunha – 14/11/2018, 18h30)

Macau, Depois do Adeus é um livro de ensaio sobre os últimos 15 anos de Macau como região administrativa especial da República Popular da China.

O conjunto de textos que compõem este livro, são reflexões que Arnaldo Gonçalves (autor) foi fazendo ao longo de década e meia em que trabalhou em Macau enquanto português, num sistema de matriz e lógica chinesas, mas que por razões invulgares se imagina de osmose entre uma antiga maneira de viver e o alinhamento às directrizes políticas da República Popular da China.

A apresentação estará a cargo de Paulo Cardinal e Vanessa Amaro.

Arnaldo Gonçalves é professor convidado no Instituto Politécnico de Macau desde 2003, onde lecciona nas áreas do direito, da filosofia e do pensamento político. É licenciado em direito pela Universidade de Lisboa e mestre e doutorado em Ciência Política pela Universidade Católica Portuguesa. É mestre em Estudo das Religiões pela Universidade de Gales, Trinity Saint-David. Arnaldo Gonçalves é autor de nove livros nas áreas do direito constitucional e direito europeu, do pensamento político, das relações internacionais e da sociologia das religiões. Como investigador, publica regularmente em revistas da sua especialidade na Polónia, Argentina, Portugal, Irlanda, Singapura e França. Foi assessor da administração portuguesa de Macau entre 1988 e 1997. É desde 2003 consultor no Instituto para os Assuntos Municipais de Macau.

Macau, Depois do Adeus é uma edição IPSIS.

A apresentação decorrerá na Fundação Rui Cunha, na próxima Quarta-feira, dia 14 de Novembro, pelas 18h30.

Este evento será realizado em língua portuguesa.
4º Filme do Ciclo de Cinema CRED-DM - The Girl With The Dragon Tattoo Justiça no Cinema
16-07-2018
Na Casa Garden . 19:00 . Entrada Livre
Título original: Män som hatar kvinnor
The Girl With The Dragon Tattoo
Director: Niels Arden Oplev
Stars: Michael Nyqvist, Noomi Rapace, Ewa Fröling

Duração:152m

Sinopse:
Mikael Blomqvist, jornalista e fundador da revista "Millenium", dedica a sua vida a revelar o crime e a corrupção que minam a sociedade sueca. Como resultado, tem vários inimigos e é tido como culpado num caso de difamação.

Um dia é procurado por Henrik Vanger, empresário de renome obcecado em compreender as razões que levaram ao desaparecimento da sua sobrinha, há mais de 40 anos, durante uma reunião familiar. Vanger acredita que alguém do seu importante e disfuncional clã poderá estar relacionado com o sumiço de Harriet, cujo corpo nunca foi encontrado.

O empresário faz então uma proposta irrecusável ao jornalista: dá-lhe acesso total à sua vida, documentação pessoal e dados familiares em troca da solução para o desaparecimento da rapariga. Com a ajuda da inteligência e conhecimentos informáticos da estranha Lisbeth Salander, uma hacker profissional com um passado misterioso, Mikael vai encontrar a história da sua vida.

Realizado por Niels Arden Oplev, "Millennium 1 - Os Homens Que Odeiam As Mulheres" é a adaptação ao grande ecrã do primeiro tomo da trilogia "Millennium" de Stieg Larsson, que morreu, em 2004, antes de ver a sua obra tornar-se um fenómeno da literatura mundial.

GirlCom realização de Michael Mann ("O Informador", "Inimigos Públicos") e argumento seu em parceria com Morgan Davis Foehl, um "thriller" de acção sobre os perigos reais da sociedade da informação. O elenco conta com Chris Hemsworth, Viola Davis, Tang Wei e Wang Leehom, entre outros.
Tertulia/Palestra Embaixador Murade Murargy e a CPLP, residente em Macau. Lusofonia
30-10-2013
Por ocasião da visita à RAEM do Senhor Secretário Executivo da CPLP, Embaixador Murade Isaac Murargy, é com muito gosto que a Fundação Rui Cunha, o CRED-DM e a CPLP organizam uma Tertulia/Palestra com o Senhor Secretário Executivo da CPLP, Embaixador Murade Murargy e a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, residente em Macau.
Este encontro terá lugar na Sede da Fundação Rui Cunha, Av. Da Praia Grande, n.749, R/C,
Macau, no próximo dia 4 de Novembro, Segunda-Feira, às 16h30.

TDM Português - Entrevista Murade Murargy na FRC : (2:49-5:30)
http://portugues.tdm.com.mo/pvideo.php?vid=10817
Diálogo Intercultural – Caracteres Chineses e Noções Ocidentais Outros
02-04-2019
A Fundação Rui Cunha em parceria com o Centro de Ensino e Formação Bilíngue Chinês-Português, do Departamento de Português da Universidade de Macau, organiza no próximo dia 2 de Abril, Terça-feira, às 18h30, a Conferência/Oficina Diálogo Intercultural – Caracteres Chineses e Noções Ocidentais, protagonizada pela docente e investigadora Ana Cristina Alves.

A oficina de duas horas e meia será dividida em duas partes, a primeira para a apresentação teórica dos temas e conceitos propostos para discussão, a segunda será reservada ao diálogo com os participantes.
Nesta palestra/oficina procura-se pensar algumas características fundamentais dos pensamentos grego e chinês comparativamente.
Quais os preconceitos e más interpretações relativos ao “Mesmo” e ao “Outro”.

Sabedoria Chinesa e Filosofia Ocidental. As principais características dos pensamentos chinês e ocidental.
Há alguma relação entre filosofia e geografia?
Preconceitos e más interpretações no que respeita ao “Mesmo” e ao “Outro”.
As filosofias contemporâneas e o diálogo útil entre culturas: Dào (道), Rén (仁) Xīn (心) nas filosofias chinesa e ocidental.

Uma leitura filosófica dos pictogramas chineses.
Esta conferência/oficina, encontra-se integrada numa oficina de cultura comparativa, intitulada Diálogos Interculturais: Caracteres Chineses e Noções Ocidentais, estruturada em 4 sessões.
As sessões de 1/4, 3/4 e 4/4 decorrerão, das 19h e às 21:30, na sala E21-1046 da Universidade de Macau.

A oficina tem como finalidade fazer com que cada um dos participantes dialogue e recrie, se assim o entender num texto final, as perceções do “Mesmo” e do “Outro” em contacto com os caracteres chineses e as noções ocidentais, desconstruindo ideias-feitas e preconceituosas sobre o que possam ser os grandes temas das filosofia oriental chinesa e da filosofia ocidental. Os encontros serão conduzidos em Português, com exceção daquele no 4/4, que será em Inglês.

Ana Cristina Alves é doutorada em Filosofia da História, Cultura e Religião, tendo obtido o grau na sequência da defesa duma dissertação sobre estudos de género: a Mulher na China (2007), na qual analisa os princípios Yin/Feminino e Yang/Masculino na tradição cultural chinesa do Clássico das Mutações (《易经》) à atualidade. Tem ainda vários trabalhos publicados, entre os quais se destacam: na área de Filosofia, A Sabedoria Chinesa (2005), na de literatura infantil em coautoria com Celina Veiga de Oliveira, Oito Cartas de Macau (1998); em cultura e tradução em coautoria com Wang Suoying, Contos da Terra do Dragão (2000) e Mitos e Lendas da Terra do Dragão (2009); nos estudos de tradução, Culturas em Diálogo: A Tradução Chinês-Português (2016); e na área linguística, dicionário de Chinês-Português/ Português-Chinês.

A sessão do dia 2 de Abril na Fundação Rui Cunha, tem entrada livre a todos os interessados e será realizada em português.
Contamos consigo!
Por Macau Mais e Melhor!
Site by omsite.com